Folklore and Cultural Policy in Brazil During the Military Dictatorship in the 1960s and 1970s

Main Article Content

Ana Lorym Soares
Eduardo Henrique Barbosa de Vasconcelos

Abstract




This article analyzes the relationship between political and intellectual action of a group of folklorists associated with the Brazilian Folkloric Movement, and the development and implementation of cultural policies within the context of the military dictatorship in the 1960s and 1970s in Brazil. The article focuses on a comparative analysis of these policies based on documents from the military government as well as material created by folklorists, particularly material found in the Revista Brasileira de Folclore. The mobilization around folklore and its consequences in the field of cultural policy confirms the contemporary relevance of the subject in Brazil. The article concludes that although few scholars in the cultural sector currently identify as folklorists, and that the term folklore is often avoided, the legacy of the Brazilian Folkloric Movement is still very influential in contemporary government cultural policies.




Article Details

How to Cite
Soares, A., & Vasconcelos, E. (2019). Folklore and Cultural Policy in Brazil During the Military Dictatorship in the 1960s and 1970s. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 8(1-2), 315-333. Retrieved from https://tidsskrift.dk/bras/article/view/26276
Section
General Articles

References

ABREU, Regina; CHAGAS, Mário de Souza e SANTOS, Myrian Sepúlveda dos, (Orgs.). Museus, coleções e patrimônios: narrativas polifônicas. Rio de Janeiro: Garamond, MinC/Iphan/Demu, 2007.
ABREU, Vanessa Kern de. A Educação Moral e Cívica: Disciplina Escolar e Doutrina Disciplinar - Minas Gerais (1969-1993). Uberlândia - MG, 2008. Dissertação de mestrado. Mestrado em Educação – Universidade Federal de Uberlândia. Available at: . Acessed July 7, 2016.
ALMEIDA, Renato (1974a). A Inteligência do Folclore. 2ª ed.- Rio de Janeiro: Companhia Editora Americana/Instituto Nacional do Livro/MEC, 1974.
______. Carta de Renato Almeida para Rachel de Queiroz. Rio de Janeiro, 1951. In: Acervos Digitais. Correspondência das Comissões de Folclore. Comissão Nacional de Folclore. Assuntos Gerais. Expedidas e Recebidas.
ARRUDA, Maria Arminda. A embalagem do sistema: a publicidade no capitalismo brasileiro. 2ª ed. São Paulo, EDUSC, 2004.
Biblioteca Amadeu Amaral; Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular/Iphan/MinC.
______. Folclore e Turismo Cultural. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.10, nº 28, mai./ago. 1970, p. 199.
______. Folclore e Turismo. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.13, nº 36, mai./ago. 1973, p. 57-60.
BARBALHO, Alexandre. Relações entre estado e cultura no Brasil. Ijuí: Ed. UNIJUÍ, 1998.
BOTELHO, Isaura. Romance de formação: Funarte e política cultural, 1976-1990. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2000.
BRASIL. Decreto nº 56.747, de 17 de agosto de 1965. Institui o Dia do Folclore. Brasília, DF, 1965. Available at: < . Acessed July 14, 2016.
BRASIL. Política Nacional de Cultura. Brasília: MEC, 1975.
BRASIL. Seminário Nacional de Políticas Públicas para as Culturas Populares. São Paulo: Instituto Pólis; Brasília: Ministério da Cultura, 2005. Available at: . Acessed November 10, 2016.
BRASIL. Plano Nacional de Cultura: diretrizes gerais. 2ª ed.. Brasília: Ministério da Educação, 2008.
BRASIL. Sistema Nacional de Cultura: estruturação, institucionalização e implementação do Sistema Nacional de Cultura. Brasília: Ministério da Cultura, 2010. Available at : . Acessed March 17, 2016.
BRASIL. Prêmio Culturas Populares 2012. Ministério da Cultura. Available at: . Acessed November 10, 2016.
BRASIL. Lista de Referência de Ações do Governo. S/D Available at: . Accessed on August 23, 2016.

CALABRE, Lia (org.). Políticas culturais: diálogo indispensável. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2005. (vol. I)
______. Políticas e Conselhos: um estudo do conselho federal de cultura. In: CALABRE, Lia (Org.). Políticas culturais: diálogo indispensável. Rio de Janeiro: Edições Casa de Rui Barbosa, 2008. (vol. II)
CAMPANHA DE DEFESA DO FOLCLORE BRASILEIRO. Declaração de Princípios. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.13, nº 36, mai./ago. 1973, p. 77-81.
______. Elementos para um Programa Nacional de Turismo e Folclore. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.12, nº 33, mai./ago. 1972, p. 207-210.
______. Noticiário. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.13, nº 36, mai./ago. 1973, p. 114.
CARNEIRO, Edison. Apresentação. In: Campanha de Defesa do Folclore Brasileiro. Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v.1, nº 1, set./dez. 1961, p. 3.
______. As Pastoras do Natal. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v. 6, nº 16, set./dez. 1966, p. 277.
CERTEAU, Michel de; JULIA, Dominique e REVEL, Jacques. A Beleza do Morto. In: A Cultura no Plural. Campinas-SP: Papirus, 1995.
COELHO NETO, José Teixeira. Dicionário Crítico de Política Cultural. Cultura e imaginário. São Paulo: Iluminuras, 1997.
COHN, Gabriel. A Concepção oficial da política cultural nos anos 70. In: MICELI, Sérgio. Estado e Cultura no Brasil. São Paulo: Difel/Idesp, 1984.
DIEGUES JÚNIOR, Manuel. Etnias e Culturas no Brasil. 2ª ed. Rio de Janeiro: Biblioteca do Exército, 1980.
FRANÇA, Jacira Silva de. Indústria Cultural e Ditadura Militar no Brasil dos anos 70. In: Sumaré: revista acadêmica eletrônica, 2009. Available at: . Accessed on August 15, 2016. ‎

FESTA, Regina. Movimentos sociais, comunicação popular e alternativa. In: FESTA, Regina & SILVA, Carlos Eduardo Lins (orgs.) Comunicação Popular e Alternativa no Brasil. São Paulo: Paulinas, 1986.
GONÇALVES, José Reginaldo dos Santos. A Retórica da Perda. Os discursos do patrimônio cultural no Brasil. Rio de Janeiro: Editora UFRJ; Iphan, 2002.
MICELI, Sérgio (org.). Estado e Cultura no Brasil. São Paulo: Difel/Idesp, 1984.
MICHALSKI, Yan. O Teatro sob Pressão. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.
ORTIZ, Renato. Cultura Brasileira e Identidade Nacional. São Paulo: Brasiliense, 2005.
RAMA, Angel. A cidade das Letras. São Paulo: Editora Brasiliense, 1985.
RIBEIRO, Joaquim. Os Brasileiros. Rio de Janeiro: Editora Pallas/MEC, 1977
RIBEIRO, Maria de Lourdes Borges. Turismo, Folclore e Religião. In: Revista Brasileira de Folclore. Rio de Janeiro: CDFB/MEC, v. 13, nº 36, Mai./ago. 1973, p. 61-65.
SOARES, Ana Lorym. Revista Brasileira de Folclore: intelectuais, folclore e políticas culturais (1961-1976). Rio de Janeiro, 2010. 216p. Dissertação de Mestrado – Departamento de História, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.
VILHENA, Luís Rodolfo. Projeto e Missão: o movimento folclórico brasileiro (1947-1964). Rio de Janeiro: Funarte: FGV.
WILLIAMS. Daryle. Culture Wars in Brazil: The First Vargas Regime, 1930-1945. Durham: Duke University Press, 2001.