O Cinema brasileiro e as identidades híbridas em Ruy Guerra: O olhar latino-africano de um cidadão da vida

Main Article Content

Anderson Lopes da Silva
Regiane Regina Ribeiro

Abstract

  • Resumo: O artigo tem o objetivo de apresentar a vida e a obra do cineasta Ruy Guerra a partir da perspectiva identitária, mais especificamente, das identidades híbridas. Como aporte reflexivo serão usadas as concepções de hibridização para Stuart Hall e Homi Bhabha, teóricos dos Estudos Culturais. O trabalho ainda apresenta a presença do diretor no Cinema Novo brasileiro. Por fim, utilizando-se da própria definição de Ruy Guerra, chega-se a conclusão de que sua identidade é híbrida por ser ele um latino-africano sem noção de nacionalidade como espaço fixo, mas sim um cidadão da vida. Uma vida nômade.

 

 

Article Details

How to Cite
Silva, A., & Ribeiro, R. (2014). O Cinema brasileiro e as identidades híbridas em Ruy Guerra: O olhar latino-africano de um cidadão da vida. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 3(1), 441-471. https://doi.org/10.25160/v3.i1/ga.4
Section
General Articles
Author Biographies

Anderson Lopes da Silva, Universidade Federal do Paraná

Mestrando em Comunicação pela Universidade Federal do Paraná (PPGCOM/UFPR). Jornalista (FACNOPAR) e Especialista em Comunicação, Cultura e Arte (PUCPR). Membro do NEFICS (Núcleo de Estudos em Ficção Seriada) da UFPR. Bolsista Capes.

Regiane Regina Ribeiro, Universidade Federal do Paraná

Doutora e Mestra em Comunicação e Semiótica (PUC-SP). Docente permanente e pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Paraná (PPGCOM/UFPR)