Science, Technology, and Innovation for Defense in Brazil: An Analysis of Transfer of Technology and Challenges on Brazilian Defense Programs

Main Article Content

Luiz Pedone

Abstract

This paper analyzes patterns in obtaining, absorbing and developing technology from major strategic defense projects. These actions aim at increasing Brazilian industrial and technological capabilities to conceive and develop defense products autonomously. The approach utilized involves analyses of different Effectiveness Criteria for Transfer of Technology policies and programs outputs, their intended outcomes, as well as intermediary results achieved so far on two defense programs, the FX-2 Gripen NG BR and the PROSUB. The research processes data from documents, news, interviews and reports to evaluate the results and what are the upcoming prospects and challenges in the defense projects. Major challenges involve the question of transfer of technology to Brazilian” national” enterprises and the effectiveness in transferring know-why in both programs. These has implications for independent production in the defense sector impairing full development and diffusion to productive chains and marketing defense products autonomously. Brazilian international insertion through strategic partnerships still needs better institutions to overcome technological blockage and a more firmly established systems of Science-Technology-Innovation in the defense sector.

Article Details

How to Cite
Pedone, L. (2017). Science, Technology, and Innovation for Defense in Brazil: An Analysis of Transfer of Technology and Challenges on Brazilian Defense Programs. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 5(2), 429-469. https://doi.org/10.25160/v5i2.ga.9
Section
General Articles
Author Biography

Luiz Pedone, Laboratório Defesa e Política[s] Instituto de Estudos Estratégicos UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Professor of International Relations and Public Policy at the Institute of Strategic Studies/University Federal Fluminense (INEST-UFF), Niterói, Rio de Janeiro. Coordinator of the Research Group Defense, Science&Technology and International Politics { Laboratório Defesa&Política[s] }. E-mail: lpedone@uol.com.br

References

DOCUMENTS: BRASIL. Exposição de Motivos da Medida Provisória nº 544 de 2011. 2011. Disponível em <http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2011/Exm/EMI-211-MD-MDIC-MCT-MF-MP-Mpv-%20544.doc.> Acesso em 25/08/2015. __________. Lei Nº 12.598, de 21 de março de 2012. Estabelece normas especiais para as compras, as contratações e o desenvolvimento de produtos e de sistemas de defesa; dispõe sobre regras de incentivo à área estratégica de defesa; altera a Lei no 12.249, de 11 de junho de 2010; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22.03.2013, p. 1 (edição extra). __________. Livro Branco da Defesa Nacional. 2012. Disponível em < http://www.defesa.gov.br/arquivos/2012/mes07/lbdn.pdf>. __________. Política Nacional de Defesa. 2012. Disponível em <http://eblog.eb.mil.br/wp-content/uploads/2013/09/politica_nacional_defesa.pdf>. __________. Estratégia Nacional de Defesa. 2012. Disponível em <http://www.defesa.gov.br/projetosweb/estrategia/arquivos/estrategia_defesa_nacional_portugues.pdf>. BRASIL. Ministério da Defesa. Estratégia Nacional de Defesa, 2008. BRASIL. COMAER. Política de Compensação Comercial, Industrial, e Tecnológica, DCA Diretriz do Comando da Aeronáutica 360-1, 2005. BOOKS AND ARTICLES: AMORIM, Celso (2013) – Segurança internacional: novos desafios para o Brasil. Contexto Internacional, vol. 35 n. 1 Rio de Janeiro Jan/June 2013 (http://dx.doi.org/10.1590/S0102-85292013000100010) ASCOM. Brasil assina acordos de cooperação e dá prosseguimento à compra de caças suecos. Ministério da Defesa, 3 abr. 2014. AZEREDO, R. Análise de Políticas Públicas, Aspectos Tecnológicos e Orçamentários do Programa de Desenvolvimento de Submarinos. Niterói, UFF, Laboratório Defesa e Política[s] 2013, mimeo. AZEREDO, R; FONSECA, P. Avaliação da fase inicial do Programa de Desenvolvimento de Submarinos: implantação da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas. Laboratório Defesa e Política[s], Niterói, 2013. BITZINGER (2003) – Chapter 2 - Transition and Readjustment in Second-Tier Defense Industries: Five Case Studies and Chapter 3 - Towards A Brave New Arms Industry? The Adelphi Papers Volume 43, Issue 356. BOZEMAN, B. Technology transfer and public policy: a review of research ant theory, Research Policy 29 (p.627-655). Elsevier, 2000. JOBIM, N. (2009). ‘Acordo Brasil-França’, in: Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, Acordo Brasil-França para compra de aeronaves, submarinos e helicópteros, 16 de Setembro de 2009, Brasília KRAUSE, Keith – Arms and the State - patterns of military production and trade. Cambridge University Press, 1992 LASSWELL Harold Dwight - The Decision Making Process, College Park, University of Maryland Press. 1956. LONGO, Waldimir Pirró e William de Sousa MOREIRA – Transferência de Tecnologia e Defesa. Forças Armadas em Revista,ano 7, vol 29 (2012): 43-48. LUCENA SILVA, Antonio Henrique - Globalização Militar e a Ordem Militar Internacional: comparando as indústrias de defesa dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). PhD Politcal Science. Universidade Federal Fluminense, 2015. MINTROM, Michael and Claire WILLIAMS – Public Policy Debate and the Rise of Policy Analysis. Eduardo Araral Jr, Scott Fritzen, Michael Howlett, M Ramesh and Xun Wu (Editors) Routledge Handbook of Public Policy. Routledge, Abingdon, Oxon – UK, 2015. PAVITT, Keith – The objectives of technology policy. Science and Public Policy (1987) 14 (4): 182-188 PESSÔA NOGUEIRA, H. Grandes Projetos de Defesa: os programas Prosub, Prosuper, H-XBR e FX-2, propostas e realizações no atual contexto de defesa e segurança. Laboratório Defesa e Política[s], Niterói, 2013. SILVEIRA, V. Brasil escolhe caça sueco Gripen NG; vitória beneficia Embraer e Akaer. Valor Econômico, 18 dez. 2013. VEDUNG, E. (1997) Public Policy and Program Evaluation, New Brunswick, New Jersey and London: Transaction Publishers, 1995. REFERENCES ON WEB: DEFENSE INDUSTRY DAILY. Brazil signs 1B production deal for cougar helicopters. Acesso em 30 de Setembro de 2014: http://www.defenseindustrydaily.com/brazil-signs-1b-production-deal-for-cougar-helicopters-04959/ ____________. F-X2: Brazil picks Saab’s JAS-39 Gripen-NG over Rafale, Super Hornet. 13 jul. 2014. Acesso em 1º de Outubro de 2014 <http://www.defenseindustrydaily.com/brazil-embarking-upon-f-x2-fighter-program-04179/> ____________. Brazil and France in deal for SSKS and SSN. 11 abr. 2013. Acesso em 29 de Setembro de 2014 < http://www.defenseindustrydaily.com/brazil-france-in-deal-for-ssks-ssn-05217/>. ____________. Gripen C/D- Não será leasing, sim horas de voo. 1º set. 2014. Acesso em 1º de Outubro de 2014. < http://www.defesanet.com.br/gripenbrazil/noticia/16757/Gripen-C-D-%E2%80%93-Nao-sera-Leasing--sim-Horas-Voo/>. ____________. Saito- Montagem de caças criará mais de 2 mil empregos. 17 fev. 2014 Acesso em 1º de outubro de 2014 http://www.defesanet.com.br/gripenbrazil/noticia/14374/SAITO---Montagem-de-cacas-criara-mais-de-2-mil-empregos/ FORÇA AÉREA BRASILEIRA. Brasil e Suécia avançam nas negociações para aquisição dos caças. 4 set. 2014. Acesso em 8 de Outubro de 2014 <http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/19839/REAPARELHAMENTO---Brasil-e-Su%C3%A9cia-avan%C3%A7am-nas-negocia%C3%A7%C3%B5es-para-aquisi%C3%A7%C3%A3o-dos-ca%C3%A7as-Gripen-NG> ____________. FAB avalia proposta de empresa sueca. 28 ago. 2014. Acesso em 8 de Outubro de 2014 <http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/19741/GRIPEN-NG---FAB-avalia-proposta-de-empresa-sueca> ____________. Orçamento de 2015 assegura BRL$1 bilhão para aquisição dos caças. 8 out. 2014. Acesso em 8 de outubro de 2014. http://www.fab.mil.br/noticias/mostra/20205/GRIPEN--NG---Or%C3%A7amento-de-2015-assegura-BRL$-1-bilh%C3%A3o-para-aquisi%C3%A7%C3%A3o-dos-ca%C3%A7as- HIRSCHFELD, G. M (2014) “Transferência de Tecnologia e Nacionalização do PROSUB – Benefícios para o Brasil”. Apresentação na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados – 06 de agosto de 2014 - Disponível em < http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes> Acesso em 7 de julho de 2015. INPI Portal http://www.inpi.gov.br/portal/acessoainformacao/artigo/contrato_de_tecnologia_1351692514525 JORNAL DO BRASIL. Brasil começa a produzir submarinos militares neste sábado. 14 jul. 2014. Acesso em 1º out. 2014.< http://www.jb.com.br/ciencia-e-tecnologia/noticias/2011/07/14/brasil-comeca-a-produzir-submarinos-militares-neste-sabado/> MARINHA DO BRASIL. Itaguaí Construções Navais recebe seção de qualificação essencial para o PROSUB. 29 set. 2014. Acesso em 8 de Outubro de 2014. <https://www.marinha.mil.br/noticias/itagua%C3%AD-constru%C3%A7%C3%B5es-navais-recebe-se%C3%A7%C3%A3o-de-qualifica%C3%A7%C3%A3o-essencial-para-o-prosub> STOCHERO, Tahiane. Conheça a 'versão personalizada' do caça sueco que o Brasil comprou. G1. Disponível em: <http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/11/conheca-versao-personalizada-do-caca-sueco-que-o-brasil-comprou.html>. Acesso em 26 de Janeiro de 2015. TECHNEWS. Ganhos em tecnologia e nacionalização e os benefícios sociais decorrentes do PROSUB. Dez. de 2012. Acesso em 30 set. 2014: http://www.technonews.com.br/2011/newnaval.php?corpo=conteudonaval.php&tabela=tabram05&pg=1&cod=111 THALES GROUP. Brazilian Army selects thales’s intercom systems vehicles. 12 fev. 2014. Acesso em 29 de Setembro de 2014. <https://www.thalesgroup.com/en/worldwide/defense/press-release/brazilian-army-selects-thaless-intercom-systems-vehicles> TV NBR. Aeronave sueca Gripen NG vence concorrência para aquisição de caças da FAB. 18 dez. 2013. ____________. Entrevista com o Ministro da Defesa, Celso Amorim. 24 jan. 2014. Acesso em 30 de Outubro de 2014 <https://www.youtube.com/watch?v=VEDbHsoTAn8> PROSUB. Dez. de 2012. Acesso em 30 set. 2014: <http://www.technonews.com.br/2011/newnaval.php?corpo=conteudonaval.php&tabela=tabram05&pg=1&cod=111> PROSUB-EBN. Conheça o Programa. Acesso em 30 set 2014. http://www.prosubebn.com.br/?pg=o-prosubebn&id=7&id_pai=2 PODER AÉREO. Gripen: pilotos brasileiros fazem voo solo na Suécia. 27 de jan. 2015. Disponível em: <http://www.aereo.jor.br/2015/01/27/gripen-pilotos-brasileiros-fazem-voo-solo-na-suecia/>. Acesso em 30 de Janeiro de 2015. ____________. Gripen NG: Aeronáutica e SAAB se reúnem para início da certificação do caça. 25 set. 2014. Acesso em 8 de Outubro de 2014. <http://www.aereo.jor.br/2014/09/25/gripen-ng-aeronautica-e-saab-se-reunem-para-inicio-da-certificacao-do-caca/> ____________. Mectron participa da integração de míssil do Gripen. 28 de jan. 2015. Disponível em: <http://www.aereo.jor.br/2015/01/28/mectron-participa-da-integracao-de-missil-do-gripen/>. Acesso em 30 de Janeiro de 2015. ____________. Pilotos da FAB voam Gripen pela primeira vez. 19 de nov. 2014. Disponível em: < http://www.aereo.jor.br/2014/11/19/pilotos-da-fab-voam-gripen-pela-primeira-vez/>. Acesso em 30 de Janeiro de 2015. PODER NAVAL. Evento marca início da produção do terceiro submarino do PROSUB. 16 jan. 2015. Acesso em 20 jan. 2015. http://www.naval.com.br/blog/2015/01/16/evento-marca-inicio-da-producao-do-terceiro-submarino-do-prosub/ ____________. Fornecedores nacionais do PROSUB. 21 dez. 2014. Acesso em 20 jan. 2015. http://www.naval.com.br/blog/2014/12/21/fornecedores-nacionais-do-prosub/. ____________. ICN adquire duas homologações no âmbito do PROSUB. 4 mar. 2015. Acesso em 20 jan. 2015. http://www.naval.com.br/blog/2015/03/04/icn-adquire-duas-homologacoes-no-ambito-do-prosub/ ____________. Itaguaí construções navais: Odebrecht fica com 59% do capital. 10 set. 2009. Acesso em 30 out. 2014. http://www.naval.com.br/blog/2009/09/10/itaguai-construcoes-navais-odebrecht-fica-com-59-do-capital/http://www.infodefensa.com/latam/2015/06/15/noticia-brasil-desenvolveu-projetos-offset-compra-gripen.html. Access in 27 June 2015. See also http://www.defesaaereanaval.com.br/governo-mantem-recursos-para-o-kc-390-e-o-gripen. Access 15 June 2015 Diario do Grande ABC, 16 November 2014 - Saab prevê mercado de US$ 45 bi. (Sonia Braulio Pedrozo interview with vice president of Industrial Partnership-SAAB Aeronautics, Jan Germundsson. http://www.dgabc.com.br/Noticia/1056597/saab-preve-mercado-de-us$-45-bi. Access in 17 June 2015. WILTGEN, G.. PROSUB avança com seção de qualificação. DEFESA AÉREA E NAVAL, 15 set. 2014. Acesso em 8 de Outubro de 2014. <http://www.defesaaereanaval.com.br/?p=45858>