As ideias de Brasil: fundamentos de um debate crítico entre Roberto Schwarz e Silviano Santiago

Fabiana Carneiro da Silva

Abstract


Partindo de uma sensação de desconforto em relação a certo modo de encaminhamento da reflexão crítica contemporânea no Brasil, este trabalho propõe uma análise comparativa de ensaios de Roberto Schwarz e Silviano Santiago, críticos de notória importância para a teoria literária brasileira. Por meio de um recorte que privilegia as proposições e avaliações sobre os aspectos socioculturais do país realizadas por eles, pretende-se explicitar como a perspectiva contrastiva entre tais obras pode configurar uma possibilidade de formulações outras para questões que há muito são fundamentais no pensamento nacional. Desse modo, almejamos flagrar as tensões que os textos críticos estabelecem entre si e vislumbrar nesse procedimento uma potência particular. Deteremo-nos, sobretudo, nos modos como o tópico da subordinação econômica versus (in)dependência cultural (e sua relação com o nacionalismo) são desenvolvidos e  envolvem estratégias de autolegitimação, bem como o embate entre pressupostos teóricos de escasso diálogo: a desconstrução e o materialismo dialético. 

 

Abstract

 

Motivated by a certain discomfort related to a specific direction Brazil’s contemporary critical thought has taken, this paper proposes a comparative analysis between essays from two highly regarded authors in Brazilian literary criticism: Roberto Schwarz and Silviano Santiago. Through a point of view that privileges the proposals and assessments concerning the country’s socio cultural aspects carried out by them, it is intended to highlight how the contrastive perspective between the aforementioned works can configure a possibility of formulating other questions that for long have been quintessential in the national thought. Thus, we aspire to point out the tensions set between the critical texts and conjecture a common faculty in this procedure. We shall focus, mostly, on the manners the topic economic subordination versus cultural (in)dependence (and its relation to nationalism) are developed and regard self-legitimization strategies, as well as the confrontation between theoretical moulds of rare dialogue: deconstruction and dialectic materialism.


Keywords


Roberto Schwarz e Silviano Santiago; Crítica brasileira; nacionalismo e literatura. //Roberto Schwarz and Silviano Santiago; Brazilian criticism; nationalism and literature.

Full Text:

PDF

References


DERRIDA, Jacques. Força de Lei: o fundamento místico da autoridade. MOISÉS, Leyla Perrone [trad]. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2007.

__________________. “A estrutura, o signo e o jogo no discurso das ciências humanas”. In: A escritura e a diferença. São Paulo: Perspectiva, 1995

DURÃO, Fabio Akcelrud. “Marx e seus Espectros: Reconstituindo um Debate”. In: Desconstruções e contextos nacionais.[Santos, Alcides Cardoso dos, Durão, Fábio Akcelurd, Silva, Maria das Graças G. Villa da (orgs.]. Rio de Janeiro: 7 letras, 2006.

LIMA, Luiz Costa. “Concepção de História Literária na “Formação”. In: Dentro do texto, dentro da vida: Ensaios sobre Antonio Candido. [D’ trincas, Maria Ângela e Scarabotolo, Eloísa Faria (orgs)]. São Paulo: Cia das Letras, 1992.

OLMOS, Ana Cecilia Arias. Revistas Culturales de la transición: prácticas políticas y estrategias de intervención cultural - una lectura comparada de Punto de vista y Novos Estudos Cebrap. São Paulo: FFLCH-USP, 2000.

PALTI, Elias José. “The problem of 'Misplaced Ideas' Revisited: Beyond the 'History of Ideas' In Latin America". Jounal of the History of Ideas, Vol. 67, N.1, Janeiro 2006.

SANTIAGO, Silviano. “O entre-lugar do discurso latino Latino-Americano”. In: Uma literatura nos trópicos. São Paulo: Editora Perspectiva, 1978.

___________________. Entrevista para Helena Bomeny e Lúcia Lippi Oliveira. Estudos Históricos, Rio de Janeiro, n. 30, 2002. Disponível em: http://www.cpdoc.fgv.br/revista/arq/336.pdf. Acesso em: 13 dez. 2009.

___________________. Nas malhas da letra: ensaios. Rio de Janeiro: Rocco, 2002.

_____________________. As raízes e o labirinto da América Latina. Rio de Janeiro: Rocco, 2006.

SCHWARZ, Roberto. “A carroça, o Bonde e o Poeta Modernista”. In: Que horas são? São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

___________________. “As idéias fora do lugar”. In: Novos Estudos CEBRAP, n. 3, 1973. A edição que utilizo está no livro: Ao vencedor as batatas: Forma literária e processo social nos inícios do romance brasileiro. São Paulo: Duas Cidades, Ed. 34, 2000.

____________________. “Por que as ideias fora de lugar?”. In: Martinha versus Lucrécia: ensaios e entrevistas. São Paulo: Companhia das letras, 2012.

_________________. Entrevista. Literatura e sociedade/Departamento de teoria literária e literatura comparada/ Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas/Universidade de São de Paulo-(2002). São Paulo: USP/FFLCH/DTLLC, 2002.

____________________.“Literatura y Valor” In: Leituras do Ciclo [Andrade, Ana Luiza, Camargo, Maria Lucia de Barros e Antelo, Raul (orgs)]. Florianópolis: ABRALIC/Chapecó: Griffos, 1999.

WISNIK, José Miguel. Veneno Remédio: o Futebol e o Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.


This website uses cookies to allow us to see how the site is used. The cookies cannot identify you or any content at your own computer.
OK


ISSN: 2245-4373

Hosted by the Royal Danish Library