The colonial discourse of domination: Notes on the Christian religious contact among the indigenous of Paraná Brazil

  • Grazieli Eurich Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) Southern Illinois University Carbondale (SIU)
Keywords: Indigenous, Guairá, Missions, Religion, Empire, Paraná,

Abstract

Este artigo incidirá sobre as relações estabelecidas pela Kaingang com missionários cristãos do tempo ou da sua chegada nas regiões fronteiriças coloniais no século XVII, durante o período das missões jesuíticas e vilas religiosas posteriores no território que veio a ser chamado o estado de Paraná Brasil. O principal objectivo do meu trabalho é explorar e compreender a relação entre os povos indígenas e cristianismo nas cidades e nas missões espanholas na região de Guairá durante os séculos XVII, bem como assentamentos religiosas no século XIX, principalmente entre os Kaingang de língua Jê. Ao analisar a entrada do conhecimento religioso cristão em práticas culturais indígenas, Eu também pretendo discutir os processos indígenas de reinterpretação cultural e etnogênese.

References

Ambrosetti, Juan B. 1895. “Los indios Kaingangues de San Pedro (Missiones)”. In: Revista Del Jardin Zoológico de Buenos Aires. Tomo II, Ent 10, p 305-387. Buenos Aires. Amoroso, Marta. 2014. Terra de Índio: Imagens em Aldeamentos do Império. São Paulo: Terceiro Nome. Bartolome, Miguel Alberto. 2006. “As etnogêneses: velhos atores e novos papéis no cenário cultural e político”. In: Revista Mana. Vol.12, n.1, p. 39-68. Rio de Janeiro: PPGAS-Museu Nacional. Bhabha, Homi K. 2005. “A outra questão: o estereótipo, a discriminação e o discurso colonialo”. In: O local da cultura. Belo Horizonte: EDUFMG. Hill, Jonathan. 2013. “Etnicidade na Amazônia Antiga: reconstruindo identidades do passado por meio da arqueologia, da linguística e da etno-história”. In: Ilha Revista de Antropologia, v. 15, n. 1, p. 35-70, Florianópolis. Parellada, Claudia Inês. 2009. “O Paraná espanhol: cidades e missões jesuíticas no Guairá”. In: Missões: conquistando almas e territórios, p.59-79. Curitiba:Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (org). Parellada, Claudia Inês. Arte e espacialidade nas cidades coloniais espanholas (1554-1632) e nas misss jesu咜icas do Guairá(1610-1631). Revista Memorare. V.1, n.1. Tubarão:GRUPEP-UNISUL. Http: //http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/memorare_grupep/article/view/1906 Mota, Lucio and Novak, Eder da Silva. 2008. Os Kaingang do vale do rio Ivaí PR: história e relações interculturais. 1. ed. Maringá: EDUEM. Oliveira, Oséias de. 2003. Índios e jesuítas no Guairá: a redução como espaço de reinterpretação cultural (século XVII). Assis: Tese de Doutorado – Faculdade de Ciências e Letras de Assis – Universidade Estadual Paulista. Viveiros de Castro, Eduardo. 2002. “O Mármore e a Murta: sobre a inconstância da Alma Selvagem”. In: A inconstância da Alma Selvagem e outros ensaios de antropologia. São Paulo: Cosac&Naify.

Published
2017-10-15
How to Cite
Eurich, G. (2017). The colonial discourse of domination: Notes on the Christian religious contact among the indigenous of Paraná Brazil. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 5(2), 376-390. https://doi.org/10.25160/v5i2.ga.6
Section
General Articles