Ordem, empreendorismo e formalização: as novas funções para a pobreza urbana no Rio de Janeiro Global.

Main Article Content

Mario Sergio Brum

Abstract

É preciso enfocarmos menos no policiamento e mais na criação dum ambiente de negócios seguro e nas estrutras duma cultura de empreendedorismo na favela. Também é preciso narrar a história urbana a partir das diferentes formas de incorporação dos segmentos mais pobres da cidade à ordem do capital. E também identificar especificamente os mecanismos históricos e sociais analisados como parte desse processo de estimular o ambiente de negócios e, junto a ele, o empreendedorismo

Article Details

How to Cite
Brum, M. (2016). Ordem, empreendorismo e formalização: as novas funções para a pobreza urbana no Rio de Janeiro Global. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 4(2), 191-220. Retrieved from https://tidsskrift.dk/bras/article/view/22171
Section
Dossier
Author Biography

Mario Sergio Brum, PPGECC-UERJ

Doutor em História/UFF com pós doutorado em Planejamento Urbano /IPPUR-UFRJ, professor e pós doutorando no PPGECC-UERJ realizando a pesquisa “Grandes Eventos: Oportunidades, dilemas e desafios para a construção da cidadania de jovens de favelas e periferias na metrópole do Rio de Janeiro” sob a bolsa PNPD/CAPES.

References

AMOROSO, Mauro. Caminhos do lembrar: a construção e os usos políticos da memória no morro do Borel. Rio de Janeiro: Ponteio, 2015.

BENMERGUÍ, Leandro. “The Alliance for Progress and housing policy in Rio de Janeiro and Buenos Aires in the 1960s” Urban History. n. 36, jul/2009. p. 303-326

BRUM, Mario. “O povo acredita na gente”: Rupturas e continuidades no movimento comunitário das favelas cariocas nas décadas de 1980 e 1990. Dissertação de Mestrado em História Social. Niterói: PPGH/UFF, 2006.

________. Cidade Alta. Rio de Janeiro: Ponteio, 2012

_______.“Favelas e remocionismo ontem e hoje: Da Ditadura de 1964 aos Grandes Eventos”, Revista O Social em Questão, n.29. v.1 PUC-Rio/Depto de Serviço Social.

BURGOS, Marcelo; CAVALCANTI, Mariana; BRUM, Mario; AMOROSO, Mauro; PEREIRA, Luiz Fernando Almeida. “O efeito UPP na percepção dos moradores das favelas”. Desigualdade & Diversidade (PUCRJ), v. 11, 2012, pp. 49-97.

CAVALLIERI, Paulo Fernando. Favelas Cariocas: Mudanças na infra-estrutura. In FERREIRA (org.). Quatro Estudos. Rio de Janeiro: IPLANRIO, 1985 pp 20-4

FAGNANI, Eduardo. Política Social no Brasil (1964-2002): Entre a Cidadania e a Caridade. Tese de Doutorado em Economia. Campinas: IE-Unicamp, 2005

GONÇALVES, Rafael. Favelas do Rio de Janeiro: História e Direito. Rio de Janeiro: Pallas/PUC-Rio, 2013

Governo da Guanabara. Aspectos da geografia das indústrias no Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, 1969

MOTTA, Marly Silva da. “A fusão da Guanabara com o Estado do Rio: desafios e desencantos”. In: Um Estado em questão: os 25 anos do Rio de Janeiro. FREIRE, Américo; SARMENTO, Carlos Eduardo; MOTTA, Marly Silva. Rio de Janeiro: Ed. Fundação Getulio Vargas, 2001. Pp.19-56.

MCCAN, Bryan. Hard Times in the Marvelous City: From Dictatorship to Democracy in the Favelas of Rio de Janeiro. Durham, N.C.: Duke University Press, 2014.

OSORIO, Mauro; VERSIANI, Maria Helena. “O papel das instituições na trajetória econômico-social do Estado do Rio de Janeiro”. Cadernos do Desenvolvimento Fluminense, Rio de Janeiro, n.2, julho/ 2013 pp. 188-210

PEREZ, Maurício. Lacerda na Guanabara - A Reconstrução do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Odisséia Editorial, 2007.

PERLMAN, Janice. Favela. Four decades of living on the edge in Rio de Janeiro Nova York: Oxford University Press, 2010

OLIVEIRA, Anazir Maria de et alli. Favelas e organizações comunitárias. Petrópolis: Vozes, 1993;

VAZ, Lilian Fessler. Contribuição ao Estudo da Produção e Transformação do Espaço da Habitação Popular. As Habitações Coletivas do Rio Antigo. Dissertação de Mestrado em Planejamento Urbano. Rio de Janeiro: PUR/UFRJ, 1985.

Zaluar, Alba. Integração perversa: pobreza e tráfico de drogas. Rio de Janeiro: FGV, 2004