O retorno à natureza na ficção brasileira do começo do século XXI

Main Article Content

Luciano Brito

Abstract

Este artigo procura entender a tentativa de retorno a representações da natureza na ficção brasileira do começo do século XXI, a partir dos romances Nove noites (2002) de Bernardo Carvalho, Órfãos do Eldorado (2008) de Milton Hatoum e Barba ensopada de sangue (2012) de Daniel Galera. Não sendo mais o sinal de uma necessidade de reivindicação de um patrimônio cultural nacional, como foi o seu papel durante séculos de historiografia literária e cultural, a natureza ressurge na ficção brasileira, de modo inédito, por outros sentidos – de revelação, destruição ou utopia –, excedendo e renovando sua imagem inicial, propagandística, de representação de uma nação. A consequência dessa passagem simbólica, e que mimetizaria o movimento da ficção brasileira atual, é a sua desapropriação como um bem orgulhosamente nacional e a sua integração no que poderíamos chamar de literatura mundial.

Article Details

How to Cite
Brito, L. (2014). O retorno à natureza na ficção brasileira do começo do século XXI. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 3(1), 335-356. https://doi.org/10.25160/v3.i1/d15
Section
Dossier