Estabilidade Macroeconômica no Brasil: do Imposto Inflacionário ao Populismo

  • MARCOS SANTOS MENEGHINI UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ (UFPR)
Keywords: Populism, Instability, Inflation.

Abstract

O artigo visa elucidar como as instituições político-econômicas brasileiras permitiram, até meados dos anos 1990, a solução do conflito distributivo via cobrança de um imposto inflacionário. Após a estabilização macroeconômica iniciada em 1994 e o estabelecimento de um novo arranjo institucional nos anos finais do século XX percebe-se, ainda durante o primeiro governo Lula, uma inflexão nas bases do arcabouço econômico vigente, tendo como ápice do processo a denominada “Nova Matriz Econômica” e, como resultado final, a recessão 2015-2016.
Published
2018-10-13
How to Cite
MENEGHINI, M. (2018). Estabilidade Macroeconômica no Brasil: do Imposto Inflacionário ao Populismo. Brasiliana - Journal for Brazilian Studies, 6(2), 161-181. https://doi.org/10.25160/v6.i2/ga2