Crítica e tolerância: considerações sobre diversidade, diferença e indiferença

  • Marcos Villela Pereira

Abstract

Considering the gradual disenchantment, the impossibility of the revolution as we had
imagined it in the 1960s and 1970s, and given the hopelessness to change the world, we
saw the emergency of culture as magical sign to the new times. In the wave of a postmodernism
of the 1980s and 1990s, we took normativity as something negative, always
oppressive, against which we all had to be insurgent, as if it was possible a non-normative
social and cultural instance. Inequality is characteristic of mankind. It is not possible to
think of human beings as equal. The fight for equality is a fight between different
parameters, a fight between criteria which cannot possibly find a balance. This essay aims
to search for the happiness in the hard reality of the daily unhappiness and misfortune and
in the imperfection of mankind as a way of confrontation to our proper human condition.

References

Eeagleton, T. (2005) Depois da teoria: um olhar sobre os estudos culturais e o
pós-modernismo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.
Foucault, M. (2005) “Que é a crítica? (Crítica e Aufklärung)” em BRITTO,
Fabiano Lemos de. Crítica e modernidade em Foucault: uma tradução de
"Qu'est-ce que la critique? [critique et Aufklärung]”. Dissertação de Mestrado.
Rio de Janeiro: PPGFil/UERJ.
Foucault, M. (2008) Nascimento da Biopolítica. São Paulo: Martins Fontes.
Marquard, O. (2006) Felicidad en la infelicidad: reflexiones filosoficas. Buenos
Aires: Katz.
Pereira, Marcos Villela (2003). “O desafio da tolerância na cidade contemporânea”
em PORTO, Tania Maria Esperon (Org.) Redes em construção: meios de
comunicação e práticas educativas. Araraquara: JM Editora Ltda.
Pereira, Marcos Villela (2008) “Utopias contemporâneas para a vida coletiva” em
Travessias: pesquisa em educação, cultura, linguagem e arte. Cascavel, n.2
(Disponível em
http://www.unioeste.br/prppg/mestrados/letras/revistas/travessias/ed_002/cultur
a/utopiascomtemporaneas.pdf)
Said, Edward W. (2007) Orientalismo – o oriente como invenção do ocidente. São
Paulo: Companhia de Bolso.
Welsch, Wolfgang (2007) “Mudança estrutural nas Ciências Humanas: diagnóstico
e sugestões”. Educação. Porto Alegre/RS, ano XXX, n.2 (62), mai/ago.
Published
2015-07-24
How to Cite
Pereira, M. (2015). Crítica e tolerância: considerações sobre diversidade, diferença e indiferença. Diálogos Latinoamericanos, 16(24), 11. Retrieved from https://tidsskrift.dk/dialogos/article/view/113052
Section
Articles