Cooperação técnica Brasil-Estados Unidos e a extensão rural: a criação das bases do Sistema ABCAR (1953-1958)

Authors

  • Felipe Loureiro Universidade de São Paulo
  • Lucas Guardiano Universidade de São Paulo

Keywords:

Associação Brasileira de Crédito e Assistência Rural, extensão rural, cooperação Brasil-EUA, Escritório Técnico de Agricultura, Guerra Fria

Abstract

Este artigo busca analisar o papel do Escritório Técnico de Agricultura (ETA) – instituição de cooperação bilateral entre Brasil e Estados Unidos para o setor agrícola – para a criação da Associação Brasileira de Crédito e Assistência Rural (ABCAR). Por meio da análise de fontes oficiais norte-americanas, foca-se, em especial, na maneira pela qual técnicos norte-americanos e brasileiros utilizaram-se da experiência extensionista de Minas Gerais para construir um conjunto de associações de crédito e assistência rural estaduais e regionais no período 1954-1956, entre as quais as associações do Rio Grande do Sul, do Paraná, de Santa Catarina e da região Nordeste. O artigo concentra particular atenção na formação de pessoal especializado para temas relacionados a crédito e produção agrícola em centros de treinamento apoiados pelo ETA, notadamente o caso do centro de treinamento da Fazenda Ipanema, em São Paulo, buscando compreender o papel desses centros para o lançamento das bases iniciais das associações estaduais e regionais de crédito; e, consequentemente, para a estruturação da própria ABCAR em 1956.

References

Almeida, Argus. 2018. “O ensino no período beneditino (1912-1936) na Escola Superior de Agricultura São Bento.” Anais da Academia Pernambucana de Ciência Agronômica 15 (1): 61-76.

Cometti, Ellen. 2005. “A extensão na Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa (ESAV): 1926-1948.” Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Juiz de Fora.

Cramer, Gisela; Prutsch, Ursula. 2006. “Nelson A. Rockefeller’s Office of Inter-American Affairs (1940-1946) and Record Group 229.” Hispanic American Historical Review 86 (4): 785-806.

Cullather, Nick. 2000. “Development? It’s history.” Diplomatic History 24 (4): 641–653.

Cullather, Nick. 2010. The hungry world: America’s Cold War against poverty in Asia. Cambridge and London: Harvard University Press.

Duarte, Jorge. 2018. Prosa com Eliseu: entrevista a Jorge Duarte. Brasília: Embrapa.

Ekbladh, David. 2010. The great American mission: modernization and the construction of an American world order. Princeton and Oxford: Princeton University Press.

Escobar, Arturo. 1995. Encountering development: the making and unmaking of the Third World. Princeton: Princeton University Press.

Fonseca, Maria Tereza. 1985. A extensão rural no Brasil: um projeto educativo para o capital. São Paulo: Loyola.

Gomes, Nathalia. 2019. “Mapping United-States-Brazil technical cooperation in the early Cold War years: the case of the joint Brazil-United States Economic Development Commission (1951-1953).” Dissertação de Mestrado, Instituto de Relações Internacionais, Universidade de São Paulo.

Hilton, Stanley. 1981. “The United States, Brazil, and the Cold War, 1945-1960: end of the special relationship.” The Journal of American History 68 (3): 599-624.

Ioris, Rafael. 2012. “‘Fifty years in five’ and what’s in it for us? Development promotion, populism, industrial workers and carestia in 1950s Brazil.” Journal of Latin American Studies 44 (2): 261-284.

Lafer, Celso. 2002. JK e o Plano de Metas. Rio de Janeiro: Editora FGV.

Loureiro, Felipe. 2008. As origens da indústria no Brasil. São Paulo: LCTE.

Loureiro, Felipe. 2019. “A política externa brasileira do pós-guerra ao golpe de 1964: construíndo as bases da diplomacia brasileira contemporânea.” Em Brasil Republicano: o tempo da experiência democrática, editado por Jorge Ferreira e Lucilia Delgado, 179-206. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Loureiro, Felipe. 2020. A Aliança para o Progresso e o governo João Goulart (1961-1964): ajuda econômica norte-americana a estados brasileiros e a desestabilização da democracia no Brasil pós-guerra. São Paulo: UNESP/FAPESP.

Malan, Pedro; Bonelli, Regis; Abreu, Marcelo; Pererira, José Eduardo. 1977. Política Econômica Externa e Industrialização no Brasil (1939/52). Rio de Janeiro: IPEA/INPES.

Mendonça, Sônia. 2010a. “Ensino agrícola e influência norte-americana no Brasil (1945-1961).” Tempo 15 (29): 139-165.

Mendonça, Sônia. 2010b. Estado, educação rural e influência norte-americana no Brasil (1930-1961). Niterói: EDUFF.

Mengel, Aléx. 2015. “Modernização da agricultura e pesquisa no Brasil: a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa.” Tese de doutorado, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Nodari, Eunice; Nodari, Rubens. 2020. “Entre interferências, imposições e negociações: influência norte-americana no ensino, pesquisa e extensão na agricultura brasileira (século XX).” Em As ciências na história das relações Brasil-Estados Unidos, editado por Magali Sá, Dominichi Sá e André Felipe da Silva, 305-323. Rio de Janeiro: Mauad/FAPERJ.

Oliveira, Franciely; Carvalho, Aline. 2017. “A fábrica de ferro São João do Ipanema: disputas patrimoniais e constituição das políticas ambientais no Brasil.” Em Anais do XXIX Simpósio Nacional de História (ANPUH), 24 a 28 de julho de 2017. Disponível em: <https://www.snh2017.anpuh.org/resources/anais/54/1489523889_ARQUIVO_AFABRICADEFERROSAOJOAODOIPANEMA__ANPUH_orig.pdf>. Accesso em 16 de dezembro de 2021.

Oliveira, Pedro. 2013. Extensão rural e interesses patronais no Brasil: uma análise da Associação Brasileira de Crédito e Assistência Rural – ABCAR (1948-1974). Dissertação de Mestrado. Rio de Janeiro: UFF.

Rabe, Stephen. 1978. “The elusive conference: United States economic relations with Latin America, 1945-1952.” Diplomatic History 2 (3): 279-294.

Rosenberg, Emily. 1980. Spreading the American dream: American economic and cultural expansion, 1890-1945. New York: Hill and Wang.

Schoultz, Lars. 2018. In their own best interest: a history of the U.S. effort to improve Latin Americans. Cambridge and London: Harvard University Press.

Schuh, Edward. 1971. O desenvolvimento da agricultura no Brasil. Rio de Janeiro: APEC.

Silva, Claiton. 2002. Saber, sentir, servir e saúde: a construção do novo jovem rural nos Clubes 4-S, SC (1970-1985). Dissertação de Mestrado, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Silva, Claiton. 2009. “Agricultura e cooperação Internacional: a atuação da American International Association for Economic and Social Development (AIA) e os programas de modernização no Brasil (1946-1961).” Tese de doutorado, Casa de Oswaldo Cruz-Fiocruz, Rio de Janeiro.

Silva, Claiton. 2013. “Nelson Rockefeller e a atuação da American International Association for Economic and Social Development.” Historia, Ciencias, Saúde – Manguinhos 20 (4): 1695-1711.

Westad, Odd. 2005. The global Cold War: Third World interventions and the making of our times. New York: Cambridge University Press.

Wharton, Clifton; Ribeiro, José. 1969. “The ACAR Program in Minas Gerais, Brazil.” Em Subsistence agriculture and economic development, editado por C. Wharton, 424-437. Aldine: Transaction Publishers.

Zingler, Karine. 2020. “Ambiente institucional e mudança na pesquisa agropecuária no Brasil: a institucionalização da Embrapa.” Tese de doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Published

2022-07-24

How to Cite

Loureiro, F., & Guardiano, L. (2022). Cooperação técnica Brasil-Estados Unidos e a extensão rural: a criação das bases do Sistema ABCAR (1953-1958). Diálogos Latinoamericanos, 30. Retrieved from https://tidsskrift.dk/dialogos/article/view/128044